Facebook YouTube
Home / Notícias

Notícias

Saúde

Câmara realiza reunião com o Secretário Municipal de Saúde em virtude das medidas protetivas contra o Coronavírus

Compartilhe
Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Twitter Compartilhe no LinkedIn

O Plenário Legislativo recebeu na tarde dessa segunda-feira(16) o Secretário de Saúde do Município, Maicon Lemos, a Superintendente da Vigilância em Saúde, Michele Neves Meneses e a gerente do Núcleo Vigilância Epidemiológica, Dra. Shirley Cardone, para uma reunião em virtude de esclarecimentos e condutas a serem tomadas sobre a disseminação do COVID-19. Recentemente, a Organização Mundial de Saúde - OMS declarou a infecção viral como pandemia, e o aumento do número de casos no Brasil, gerou a necessidade de adesão a práticas para reduzir a propagação da doença.

 

O secretário de Saúde falou sobre  preocupação do município em aderir os protocolos de acordo com o Ministério da Saúde e as medidas adotadas pela Secretaria, para aumentar o atendimento da comunidade. A farmácia do município que normalmente trabalha até as 14h, terá o horário de funcionamento estendido até as 17h - na oportunidade o secretário ainda agradeceu aos vereadores pela aprovação do PL do executivo, que autorizou a contratação de quatro farmacêuticos – muito úteis nesse período -.

 

Além disso, o município liberou dois milhões de reais para a aquisição de medicamentos e os horários de alguns postos de saúde serão ampliados ainda nessa semana. Com apoio do Secretário do Ministério da Saúde, João Gabbardo, foi liberada a contratação de dez médicos do programa “Mais Médicos”, que deverão chegar até dia 6 de abril. Os hospitais deverão limitar o número de visitantes aos pacientes e as cirurgias que não são de caráter oncológico ou urgentes, serão canceladas. Receitas de medicamentos contínuos poderão ser utilizadas por um período de 12 meses, sem necessidade do usuário se dirigir aos postos de saúde para renovação das mesmas.

 

O município também está desenvolvendo o monitoramento das casas geriátricas e abrigos de crianças e adolescentes. A suspensão das aulas das escolas da rede pública de ensino, vão de encontro as medidas de prevenção ao COVID-19, que embora apresente uma baixa taxa de mortalidade, conta com uma velocidade de transmissão muito alta. Sobre a preocupação com o fato de Rio Grande ser uma cidade portuária, o Secretário disse que apesar de já estarem atuando de acordo com o protocolo estipulado pela Anvisa, na próxima semana, haverá um simulado de como proceder em casos de suspeitos que chegarem no Porto.

 

O hospital de Cardiologia da cidade disponibilizou ao Governo Federal dez leitos da UTI para o tratamento do Coronavirus - caso haja a necessidade - . E se houver um grande aumento no número de casos, para comportar a demanda, o SUS poderá oferecer atendimento mediante convênio. Segundo a Superintendente da vigilância em saúde, Michele Neves Meneses, num panorama internacional, a projeção de contágio é de duplicação de contaminados a cada dois dias. No Brasil, a situação vem se mostrando preocupante, já que a duplicação está sendo diária. Michele reforça a necessidade de respeitar os devidos cuidados, e dar contribuição máxima para a redução a transmissibilidade do COVID-19, pois o SUS poderá não ter condições de atender caso aconteça um pico de contaminação como houve na Italia, por exemplo.

 

A Dra. Shirley Cardone explica que é essencial manter a calma e prestar atenção nas medidas protetivas, isso sim é o que pode fazer toda diferença na situação do nosso município. Segundo ela, no Brasil no ano de 2009, morreram 2 mil pessoas contaminadas com a H1N1, uma gripe que se apresenta de modo muito mais grave do que a infecção pelo COVID-19, embora tenha uma velocidade de transmissão bem mais lenta. A médica ainda alerta: Nem todo sintoma de gripe será Coronavirus. Para ser considerado suspeito, a pessoa precisa ter viajado ou ter contato com alguém contaminado.

 

Os postos de saúde estão capacitados para atender, orientar, e, se após avaliação for considerada a possibilidade de contaminação, o paciente deverá permanecer em repouso domiciliar e uma equipe se deslocará até ele para a coleta do material. Shirley reforça: “O melhor que temos a fazer é respeitar as normas estabelecidas de modo a reduzir o vírus circulante, mas, sem entrar em pânico”. Não frequentar lugares com aglomeração de público, evitar cumprimentos com proximidade inferior a um metro e meio de distância e lavar as mãos com água e sabão sempre que possível.

 

O Presidente desta casa, Vereador Ivair Souza-Vavá(MDB) assinou hoje pela manhã, o decreto que institui uma série de medidas a serem adotadas para prevenção e redução da propagação do vírus, entre elas o cancelamento de Audiências Públicas, Sessões Especiais e qualquer tipo de atividade que resulte na reunião de um grande número de pessoas. As Sessões Plenárias se mantém, porém, com suspensão do acesso do público externo, dentre outras tantas posturas que deverão vigorar pelos próximos 30 dias, ou, até decisão contrária. Para maiores informações sobre as condutas adotadas pelo Legislativo Municipal, acesse o decreto legislativo no link abaixo.

https://www.camarariogrande.rs.gov.br/?type=arq&id=MTIwNw==

 

 

 

Assessoria de Imprensa