Facebook YouTube
Home / Notícias

Notícias

Câmara Municipal lança obra literária contemplada pela "Lei do Livro" e apresenta próxima edição do projeto

Compartilhe
Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Twitter Compartilhe no LinkedIn

Na última quarta-feira(1), o Plenário da Câmara Municipal do Rio Grande, sediou o lançamento do livro "Da torre de Belém à Matriz do Rio Grande de São Pedro". A obra é de Oscar Décio Carneiro e foi escolhida na primeira edição do Projeto "Lei do Livro", no ano de 2019.

Em solenidade restrita e com reduzido número de pessoas em virtude da pandemia, o Presidente da Câmara, Vereador Ivair Souza-Vavá, realizou o lançamento da obra vencedora. A iniciativa se deu através de Resolução Legislativa 02/2014, proposta pelo então Vereador Paulo Renato Mattos Gomes-Renatinho, visando oportunizar a publicação de um livro por ano pela Câmara Municipal, a respeito de temas regionais, ligados a cultura rio-grandina.

Oscar Décio Carneiro, autor vencedor da primeira edição, nasceu em 11 de abril de 1939 na cidade de Pelotas-RS e graduou-se em Arquitetura pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul(UFRGS) no ano de 1966. Nos últimos 30 anos, Décio conta ter adquirido livros que contam a história de Rio Grande e região, e assim, foi ampliando seu conhecimento sobre o município, o que o motivou a escrever um romance, baseado nas literaturas que havia estudado. Assim, nasceu o livro que conta a história de um garoto que estudava em um mosteiro em Portugal e ao perceber que essa não era sua vocação, fugiu clandestinamente para o Brasil, chegando no Rio Grande de São Pedro.

Décio não compareceu a cerimônia de lançamento, devido a medidas protetivas que pedem maior cuidado aos pertencentes ao grupo de maior risco, nesse período de pandemia do Covid-19.

O projeto "Lei do livro" consiste numa parceira do Parlamento com a Secretaria de Município da Cultura e a Academia rio-grandina de Letras, que elegem uma das produções literárias inscritas no processo seletivo. Os trabalhos devem estar classificados em Poesia, crônica, conto, romance, ou narrativa histórica . Feito a escolha, a Câmara custeia a publicação de 1000 exemplares, onde 200 unidades são entregues ao autor e os demais exemplares são distribuídos, de forma gratuita, pela Câmara e pela Prefeitura Municipal, para escolas, instituições culturais, educacionais e de pesquisa, não podendo ser comercializado.

Na oportunidade, o Presidente do Legislativo, apresentou de antemão, o edital da segunda edição do projeto, que estará com inscrições abertas de 15 de agosto a 30 de setembro. E declarou sua satisfação em dar continuidade a essa iniciativa de fomento a literatura e valorização da cultura regional.

 Estiveram presentes na ocasião, o autor da "Lei do Livro", vereador no ano de 2014 e atual Vice-prefeito Paulo Renato Mattos Gomes, a Vereadora Andréa Westphal, que no ano de 2019, como Presidente do Legislativo , executou a primeira edição do projeto aprovado em 2014, o Secretario de Município da Cultura, Ricardo Freitas e o Presidente da Academia Rio-grandina de Letras, Wilson Rosa da Fonseca.

 

 

Assessoria de Imprensa