Facebook YouTube
Home / Notícias

Notícias

Aprovada Indicação a respeito da reabertura do acesso a Praia do Cassino

O acesso está proibido desde 21 de março deste ano, no intuito de evitar aglomerações no período da pandemia do Coronavírus.
Compartilhe
Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Twitter Compartilhe no LinkedIn

O Plenário votou nessa segunda feira(18) a indicação 1295/2020 proposta pelo vereador Rafa Ceroni(PROGRESSISTAS) que solicita a reabertura das entradas de acesso a praia do Cassino, mediante orientação da Guarda Municipal e dos agentes de trânsito aos frequentadores do local sobre a importância de não realizar aglomerações, de modo a manter os cuidados no controle da disseminação do Covid-19. A proposição foi aprovada com 13 votos favoráveis e recebeu três emendas, uma aditiva e duas substitutivas.

A primeira, realizada pelo Vereador Rogério Gomes, de modo aditivo, sugere que seja enviado ao governador Eduardo Leite. O complemento foi rejeitado com um total de oito votos contrários, tendo favoráveis a minoria de cinco parlamentares, como as Vereadoras Andrea Westphal(Republicanos), Denise Marques(PT) e os vereadores Benito Gonçalves(PT), Rogério Gomes (Cidadania) e André de Sá- Batatinha(PSB).

A segunda emenda, foi realizada em caráter substitutivo pelo Vereador Julio Cesar(MDB), que propõe que o trecho da proposição que pede a reabertura das entradas de acesso a praia, seja substituído pelo pedido de estabelecimento de um regramento para acesso e permanência na praia. A ideia foi acolhida de forma unânime com 19 votos favoráveis.

O Vereador Benito Gonçalves (PT) através de emenda também Substitutiva, indica que se estude a possibilidade de flexibilização do acesso a praia apenas aos moradores locais que necessitem do acesso local para seu deslocamento, porém, sem a abertura para o lazer, devido o momento de grande contaminação no País. Ainda acrescenta, que a autorização parta do Governo do Estado, o qual determinou a proibição do acesso as praias de todos municípíos. A substitutiva foi rejeitada com nove votos, apesar do apoio de quatro Parlamentares: Denise Marques(PT), Rogério Gomes(Cidadania), André de Sá-Batatinha(PSB) e Benito Gonçalves.

 

Assessoria de Imprensa