Camara do Rio Grande
Camara Rio Grande
Camara Rio Grande
TV Câmara - Assista ao vivo
Portal da Transparência
  Onde você está > Home > Sala de Imprensa > Notícias da Câmara

   Notícias da Câmara

Voltar


07 de Novembro de 2019

NOVO ESPAÇO PARA GALERIA DAS EX-VEREADORAS DESTACA A PRESENÇA FEMININA NO PARLAMENTO

+A-A


“Essa casa aqui foi para mim uma escola maravilhosa. Eu entrei aqui em saber nada e aí eu fui aprendendo. Aprendi a conviver com o povo. Eu aprendi a mostrar o meu valor”, disse emocionada Dacila Souza ao participar da reinauguração da galeria das ex-vereadoras na Câmara Municipal, na tarde da última quarta-feira.

Dacila foi suplente e assumiu o mandato como vereadora em 2000 pelo PCdoB. Hoje com 74 anos, conta que se sentiu assustada no início, mas foi recebida pela mão carinhosa de todos os parlamentares. Como mulher negra e da periferia – moradora do Bairro Getúlio Vargas – destaca a vitória em ter chegado ao parlamento e ter contribuído na luta pelo direito das mulheres.

A presença feminina em cargos públicos eletivos ainda é reduzida no Brasil e Rio Grande não é uma exceção. Atualmente, apenas três dos 21 vereadores são mulheres, o que representa 14,28% do legislativo. A pouca representatividade na política é resultado de décadas de exclusão dos espaços de poder, fruto de uma visão de sociedade que relegou as mulheres apenas à esfera privada.

A galeria das ex-vereadoras foi criada em 2002 e estava localizada no corredor de acesso principal à casa. Segundo a presidente Andréa Westphal (PATRIOTA), a reinauguração do espaço no saguão dá mais destaque e dignidade a essas figuras femininas, ainda tão pouco presentes no legislativo municipal. “Aqui é um lugar nobre, aqui está a galeria dos presidentes dessa casa. (…) Precisamos cada vez mais mostrar ao público quem são as mulheres que compõem esse parlamento”, afirmou.

Para acompanhar a solenidade, estiveram presentes as ex-vereadoras Surama Santos, Maria de Lurdes Louse, Dacila Souza, Vera Barbosa e Delanir Freitas.

Surama, que esteve na casa por doze anos, destacou a felicidade em saber que a galeria de presidentes contará com a primeira foto de uma mulher a partir do ano que vem. Ela agradeceu a sensibilidade da chefe do legislativo em reconhecer as ex-vereadoras ainda em vida.

Vera, parlamentar de 1974 a 1988, era líder estudantil e trabalhava diretamente com a comunidade da Vila da Quinta quando se elegeu. Depois do cargo eletivo, trabalhou com diferentes vereadores e hoje atua como voluntária no gabinete de Repolhinho (PSDB). Ela parabenizou todas as mulheres honradas que, dentro de suas convicções partidárias, trabalharam pelo bem da sociedade. Sempre envolvida com a política, declarou que a Câmara é um segmento de sua própria casa.

Já Delanir, suplente de 2007 a 2008 pelo MDB, disse que a passagem pela Câmara foi uma importante etapa da sua vida. Ela deixou um recado para as mulheres presentes, para que não tenham medo de falar e de buscar os seus direitos.

Vereadora por dois mandatos – de 1996 a 2004, Maria de Lurdes enfatizou que ainda vivemos em uma sociedade que quer determinar quais são os papéis que devem ser exercidos por homens e por mulheres. De acordo com ela, a política é vista como um espaço masculino, mas não é mais possível deixar que homens elaborem leis para as mulheres. Na Câmara, diz ter agido em prol dos direitos humanos, do meio ambiente e das mulheres. Ela argumentou, ainda, que não basta existir mulheres no parlamento, é preciso que elas levantem a bandeira da equidade.

PROJETO AUTORRETRATO

Na mesma cerimônia, foram entregues as fotografias das servidoras da Câmara e das atuais vereadoras que participaram do projeto autorretrato da subseção da OAB em Rio Grande. A iniciativa foi uma parceria entre o órgão e a ordem durante a programação do Outubro Rosa.

A presidente Andréa fez referência às funcionárias que trabalham para garantir o bom funcionamento da Câmara no dia a dia. “Independente de sermos vereadoras, consultoras jurídicas, servidoras, terceirizadas, somos mulheres, estamos aonde queremos e podemos chegar onde desejamos se assim determinarmos”.

Andréa ressaltou que todas exercem atividades que auxiliam o parlamento. “Todas têm importância que, às vezes, não percebem”, afirmou.

A coordenadora das comissões da OAB Rio Grande, Michele Gautério, explicou que o projeto autorretrato existe desde 2017 para dar rosto a mulheres que representam a comunidade rio-grandina em suas mais variadas vertentes. Além do retrato, as fotografadas participam de uma roda de conversas sobre cidadania, direito das mulheres e violência doméstica na sede da entidade.

A ação tem a intenção de que as mulheres se reconheçam, reconheçam as outras e umas nas outras.

Cada uma das funcionárias do legislativo recebeu a sua fotografia e a colocou em um varal, exposto junto à galeria das ex-vereadoras. Esse material poderá ser exibido nas redes sociais e circulará por diferentes lugares da cidade.

Michele agradeceu a participação da Câmara e convidou os presentes, tanto homens quanto mulheres, a renovar o pensamento, abandonando o machismo e lutando pela igualdade entre os gêneros.

Assessoria de Imprensa

 





WD House

Câmara Municipal do Rio Grande - Rua General Vitorino, 441 - Centro - CEP: 96200-310 -Telefone: (53) 3233 8500